Voltar
ISLAMISMO

PROFETA:

Maomé (579-632 d.C). Surgiu por volta de 610 d.C, em Meca e Medina. A sede se encontra em Meca, na Arábia Saudita. As divisões principais: Sunitas e Xiitas.

ESCRITURAS:

Alcorão, escrito em árabe. El Hadith (as palavras e obras de Maomé). A Lei de Moisés, os Salmos e os Evangelhos são aceitos pelo Alcorão. Os muçulmanos, entretanto, os consideram adulterados.

DEUS:

Alá é Deus . Ele revelou o Alcorão a Maomé por intermédio do anjo Gabriel. Alá é um juiz severo e não é representado como amoroso.

JESUS:

Jesus é um dos 124 mil profetas enviados por Deus a diferentes culturas. Abraão, Moisés e Maomé são alguns. Jesus nasceu de uma virgem, mas não é o Filho de Deus sem pecado. Não é Deus. Não foi crucificado (ascendeu ao céu sem ser morto) É conhecido como Messias e Ayatollah (Ayat Allah, sinal de Alá). Jesus regressará no futuro para viver e morrer.

ESPÍRITO SANTO:

O Alcorão se refere a Jesus como o Espírito de Deus. Os eruditos muçulmanos vêem o anjo Gabriel como o Espírito Santo.

SALVAÇÃO:

Os homens são basicamente bons, mas falíveis e precisam de direção. O equilíbrio entre as boas obras e as más determinam o destino eterno: paraíso ou inferno.

MORTE:

Admite a ressurreição dos corpos. Haverá um dia final para julgar e recompensar. O paraíso eterno para aqueles que creram no Islamismo, o inferno para os infiéis que não aceitaram o Islamismo.

OUTRAS CARACTERÍSTICAS:

Os adeptos são chamados Muçulmanos. Vão às mesquitas (templos) para orar, ouvir sermões e conselhos. Esforço santo para expandir o Islamismo (Jihad). Cinco pilares do Islamismo: confessar que Alá é o único Deus verdadeiro e Maomé o seu profeta, orar cinco vezes ao dia voltado para Meca, dar esmolas, jejuar durante o mês de Ramadã e fazer uma peregrinação a Meca (ao menos uma vez na vida).